Outubro Rosa: 6 dicas para prevenir o câncer de mama

As mulheres, desde a primeira menarca, devem sempre estar de olho na saúde. Ter bons hábitos e prestar atenção nos sinais do corpo podem prevenir muitas doenças, inclusive o câncer de mama – que hoje, graças à conscientização através do Outubro Rosa, consegue ser prevenido e também diagnosticado precocemente, dando às mulheres grandes chances de cura. Por isso, se você é mulher, não deixe de seguir algumas boas dicas:

1 – Examine-se:
O grande mote do Outubro Rosa é estimular as mulheres a se auto examinarem. Mulheres que fazem o exame de toque nas mamas constantemente podem descobrir o câncer em um estágio inicial e assim contam com 95% de chances de cura. Portanto, conheça o seu corpo! Sinta se há nódulos ou anormalidades nos seios. Caso sim, procure um médico rapidamente.

2 – Vá ao ginecologista:
Pelo menos 2 vezes ao ano, é muito importante que as mulheres façam um check-up das partes íntimas. Junto à análise e coleta de material da região, seu ginecologista deve pedir uma bateria de exames de hormônios, sangue e urina para verificar se está tudo ok com a sua saúde vaginal. Também faz parte da consulta o exame de toque nas mamas. Caso haja alguma irregularidade, o médico deve realizar uma mamografia (raio-x das mamas) e encaminhar para um especialista na área.

3 – Pratique atividades físicas:
Os exercícios físicos fortalecem o sistema imune, trazem mais disposição para o corpo e ainda mantêm a auto estima – seja portadora ou não de câncer. Segundo especialistas, o câncer, ao se instalar no nosso corpo, altera o nosso metabolismo estimulando o que se chama de “metabolismo glicolítico anaeróbico”. Ao praticar a atividade aeróbica regularmente, você estimula o oposto: o metabolismo oxidativo, tornando o corpo um terreno pouco fértil para o desenvolvimento do câncer, auxiliando no tratamento.

4 – Use os alimentos como aliados:
Verduras, legumes e frutas podem ajudar muito na prevenção e redução de vários tipos de câncer, inclusive o de mama. Falamos por aqui, na semana passada, sobre alguns alimentos que são a favor do nosso corpo e combatem o câncer. Aliás, há muitos relatos de que alimentos vivos, ou seja, aqueles que não passaram por nenhum cozimento, conseguem resultados surpreendentes na redução do tumor. Em um relato publicado no livro Alimentação Viva, Ernst Günter, escritor, traz diversos depoimentos de portadores de câncer que seguiram uma dieta crua e tiveram uma recuperação notável. Abaixo, um relato de um paciente:

“Após a leitura sobre alimentação viva, decidi, imediatamente, aderir aos alimentos crus, pois precisava tomar constantemente comprimidos contra fortes dores no seio. Há um mês, só como alimentos crus. Agora, sem tomar os medicamentos, não sinto mais nenhuma dor. Quase não consigo acreditar, parece um milagre. Ainda tenho minhas dúvidas se isso vai continuar. Estou me sentindo muito bem. Muito obrigada. A E., Höllriegelskreut (Alemanha).”

5 – Reduza o álcool e o cigarro:
Em uma tragada, há liberação de mais de 50 compostos cancerígenos. Já falamos por aqui sobre os malefícios do cigarro e como eles estão ligados ao câncer de pulmão, um dos que mais mata hoje em dia no mundo todo. Agora, pesquisas já conseguem comprovar que mulheres que fumam mais de um maço por dia tem 60% de chances a mais de desenvolver câncer de mama em relação às mulheres que fumam menos ou não são fumantes.
O abuso de álcool também contribui para uma maior chance de tumores. O álcool potencializa as atividades cancerígenas no organismo – inclusive o câncer de mama. Em um estudo realizado na Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, constatou-se que o álcool pode aumentar os níveis de estrogênio que, por sua vez, estimulam o desenvolvimento de tumores que reagem a hormônios – o que, na prática, significa 70% dos cânceres de mama, especialmente na pós-menopausa.
E não há diferença entre a cerveja, vinho ou destilados. Pesquisadores defendem que o etanol é o agente agressor. Combinado com o tabagismo, as chances de desenvolver algum tipo de câncer são mais fortes ainda.
A dica é: maneire. Tente reduzir a quantidade de cigarros e álcool por dia e, se necessário, não descarte a ajuda médica para isso. Seu corpo é onde você mora, cuide dele.

6 – Horas de lazer e descanso mental são bem vindas:
O estresse contribui muito para o aparecimento de tumores de alto grau – os mais agressivos. A sobrecarga no sistema nervoso desregula as funções do organismo, colocando o corpo num estado de alerta, como se tivesse lutando contra algum agente que não existe. A nossa dica é: tire 1 hora por dia para refrescar a mente, sem pensar nos problemas do trabalho. Uma vida equilibrada evita diversas doenças e traz mais satisfação para você e para quem está no seu entorno.